Sobre o Parque

O Parque Nacional do Caparaó é um dos lugares de rara beleza mais interessantes do nosso país. Está localizado na divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, na Serra do Caparaó, possuindo 31 mil hectares. Foi criado em 24 de maio de 1.961 e abriga o terceiro pico mais alto do Brasil, o Pico da Bandeira, com 2.890 metros de altitude – superado apenas pelo Pico da Neblina (3.014) e o Pico 31 de Março (2.992) – ambos situados no Parque Nacional do Pico da Neblina (AM).

O mais acentuado desnível em todo o território brasileiro. Quase 3 mil metros de altitude em apenas 250 km, desde o litoral até os costões rochosos do Pico da Bandeira. O declive acidentado do Parque possui uma extensa rede hídrica com várias nascentes formando riachos, corredeiras, lagos e piscinas naturais com águas puras e cristalinas. Os principais rios são o José Pedro, o Caparaó e o São Domingos. Além de preservar várias espécies endêmicas (exclusivas deste ambiente) é um dos destinos preferidos por grupos de turismo de aventura, sobretudo pelo trekking e outras atividades ligadas ao montanhismo.

Conta-se que por volta de 1.859, D. Pedro II determinou que fosse colocada uma bandeira do Império no ponto mais alto da Serra do Caparaó. Provavelmente o nome do pico deve-se a isso. É bom lembrar que, até a época da criação do Parque, o Pico da Bandeira era considerado o ponto culminante do território brasileiro.
O Parque possui ainda outros dois picos bastante altos. O Pico do Cristal (2.798 metros de altitude) e o do Calçado (2.766 metros de altitude).

Por estar localizado numa área de domínio da Mata Atlântica, o Parque apresenta clima tropical de altitude com temperaturas médias anual entre 15 e 24 graus. Nas partes mais elevadas, é comum a ocorrência de neblina ou chuva fina causadas pelos ventos úmidos vindos do litoral que se resfriam ao subir as encostas da serra, saturando o ar com vapor que se condensa.

No verão as águas das chuvas enchem os rios e se transformam na grande atração; já no inverno (estação seca), muitas pessoas procuram o local só para ver o sol nascer.
No topo a temperatura atinge valores negativos nos dias de inverno, deixando o solo branco pelo de orvalho congelado e uma camada de gelo se forma na superfície das águas no topo.

Veja mais sobre o parque em passeios »

Autor do texto: Jurandir Lima - Trilhas e Trilhas